Geminações do Município de Sátão



Esta minha reflexão vem a propósito de um novo projecto de geminação do Município de Sátão com uma cidade francesa. Depois de Lescar coube agora a vez à cidade de Les Ulis.
Trata-se de um processo de geminação que foi votado em 28 de Fevereiro de 2011 na Assembleia Municipal com 24 votos a favor e 4 abstenções, sem votos contra. De então para cá, não foram dados a conhecer novos desenvolvimentos nem pormenores do processo pelo que serve a presente intervenção para solicitar uma difusão mais alargada das finalidades, meios disponíveis e mais-valias a ele alocados.
Tendo já a experiência anterior de uma geminação, gostaríamos de saber em que pé está a já existente e obter uma resposta ao facto de se escolher novamente um concelho francês. Nada há a objectar ao facto de que a emigração do nosso concelho tenha sido em maior número para este país europeu e não outro, no entanto nem só de maiorias se faz a democracia e …Alemanha, Luxemburgo e outros também nos têm recebido.
A região em causa é até muito interessante, conforme podemos ver em www.lesulis.fr na internet, no entanto sem conhecer em pormenor o processo não se tem gerado um movimento de adesão em massa da população que se une, que é a primeira das vantagens de projectos desta natureza. Nesta medida resta-nos imaginar que não há vontade de dar a conhecer pormenores que poderiam resultar mais em desunião do que em união, pese embora o resultado claríssimo a favor da votação na generalidade.
Na Wikipédia pode ler-se, entre outras curiosidades, o seguinte:
País: França
Região: Île-de-Frande
Departamento: Essonne
Área Total: 5,52 km2
Altitude: 155m
População (2012) Total:24.792
Les Ulis é uma comuna francesa, situada no departamento da Essonne, na região da Île-de-France. A cidade fica a cerca de 20 km ao sul de Paris, na região suburbana.
A cidade foi planejada pelo arquiteto Robert Camelot seguindo os preceitos de Le Corbusier, com os carros circulando no nível do chão, enquanto os pedestres tomam passarelas para um nível superior onde não há circulação de veículos, e assim não precisam cruzar nenhuma rua ou estrada para circular pela cidade.
A economia local é movida principalmente pelo parque de atividades de Courtabœuf que se estende por 450 ha, incluindo parte da cidade, e reagrupa mais de 1000 empresas com cerca de 24500 empregados e 12000 de visitantes diários.
Habitantes ilustres:
O jogador de futebol Thierry Henry é originário de Les Ulis.
A cantora de rap Diams, considerada a melhor cantora de rap de França, é originária dos Ulis.
O cantor de rap Sinic, considerado o melhor cantor de rap de França, é originário dos Ulis.
Cidades Geminadas:

Como se vê, a sua política de geminação é diferente da nossa, o que nos deveria também fazer reflectir. Aliás uma das mais valias seria, efectivamente a relação de parentesco que, mesmo longínquo, teríamos com Africa ( Senegal e Grã Bretanha).Pelo que temos vindo a expor compreende-se que sejamos a favor de tudo o que nos possa enriquecer, sem esquecer que é mais difícil manter os amigos do que fazer novos!
No caso em apreço gostaríamos de pormenores do projecto, sejam eles de cariz cultural ou económico, quem são os proponentes, de quem foi a iniciativa e o motivo do divórcio da opinião pública com um facto que deve ter na sua génese a união e a troca do maior número de contactos enriquecedores.

Sem comentários:

Enviar um comentário