Custe o que custar … não podemos continuar a ignorar ...


Urgente despertar consciências adormecidas para enfrentar e combater o terror, a guerra, a ditadura, a violência, a tortura, o ódio, os massacres, a injustiça, o medo .



Através desta campanha, a organização «Invisible Children» (Crianças Invisíveis) procura dar a conhecer a ação do já denominado «Charles Manson» do Uganda, especialmente contra as crianças, que são sequestradas, sendo os rapazes obrigados a converter-se em soldados, enquanto as meninas são forçadas a converter-se em escravas sexuais.

A «Invisible Children» conseguiu mesmo captar a atenção da  administração Obama, que enviou uma centena de assessores para o Uganda a fim de ajudar o governo ugandês e o próprio exército a deter Kony.

Imagens duras, que correspondem a uma realidade vivida por milhares de crianças ugandesas nos últimos 25 anos.

In Diário Digital

Sem comentários:

Enviar um comentário