2012

2011 está a chegar ao fim. Um ano que fica marcado pelo chumbo do PEC IV, uma atitude irresponsável que o PSD tomou e com isso, a entrada do FMI no nosso país!
Com a coligação de direita a assaltar o pote, o seu chefe de governo, Passos Coelho, multiplica-se em entrevistas e quase sempre para dizer o que não se quer ouvir: aos professores manda-os emigrar, aos novos reformados avisa que daqui a 20 anos vão receber metade e a todos diz que teremos de empobrecer, quando comunica um excedente nas contas, o subsídio de natal chega pela metade!!!
A tudo isto, junta a palavra austeridade (a tal que ele dizia antes das eleições que chegava) repetida vezes sem conta e que pode não chegar, se as contas de 2012 não baterem certo com o défice exigido pela "Troika" de 4,5%.
Portanto, a solução passa novamente por mais austeridade, como ele já assumiu publicamente na entrevista à SIC!
Um belo ano de 2012 que nos espera, pois então!

Sem comentários:

Enviar um comentário