Dia do Estudante - 24 de Março


Por determinação da Assembleia da República, em 1987 e no 25º aniversário das manifestações estudantis ocorridas em Lisboa (24 de Março de 1962) foi instituído, nesta data, o «Dia Nacional do Estudante».

Prestava-se assim a merecida homenagem a todos os que tiveram a coragem de protestar e, por causa disso, foram alvo das mais variadas sanções pelo regime de então.  «Urgente democratização do ensino» e «extensão do ensino universitário a todos os portugueses, independentemente da política, religião ou raça», eram algumas das bandeiras estudantis.

Os acontecimentos vividos neste dia acabariam por provocar uma agitação nunca antes vista e que se estendeu a todo o País.  A proibição da manifestação em Lisboa e o facto de as autoridades terem impedido os estudantes  de Coimbra e do Porto de rumar à capital provocou  confrontos entre estudantes e  as forças policiais, assim como a detenção de vários estudantes, em pleno Estádio Universitário.


Jorge Sampaio, dirigente estudantil em 1962, recordou estes acontecimentos, quando exerceu as funções de Presidente da República, afirmando: « Aprendi então, e não mais esqueci, que sem ideais e sem o combate solidário por eles pouco se pode fazer que mereça o nosso orgulho. É essa lição que procuro transmitir às novas gerações».

Sem comentários:

Enviar um comentário